Implemente um SGA - Sistema de Gestão Ambiental com o SOGI
×

Gestão dos aspectos e impactos ambientais – Parte I

PARTE 01 – O que são aspectos e impactos ambientais e o LAIA?

Toda empresa séria, íntegra e comprometida deve conhecer quais são os aspectos e os impactos ambientais que sua atividade pode gerar a fim de controlar e prevenir riscos que possam vir a comprometer o meio ambiente, a sociedade como um todo e o funcionamento da própria organização.

Mas, o que são os aspectos e impactos ambientais, como fazer a gestão deles e quais são os benefícios de realizá-lo em sua organização?

Porque identificar os Aspectos e Impactos Ambientais?

Identificando os aspectos e os impactos ambientais, é possível fazer a sua gestão, que além de evitar prejuízos financeiros, diminui consideravelmente as chances de que a empresa e todos os responsáveis sofram sanções caso esteja em desacordo com a legislação ambiental.

Ficou interessado no assunto? Então continue a leitura deste artigo, feito especialmente para você. Ele está dividido em duas partes. Na primeira, vamos falar sobre os aspectos e impactos ambientais e o que significa o LAIA. Na segunda parte você vai aprender como fazer a gestão dos aspectos e impactos ambientais identificados no LAIA e quais os seus benefícios para a sua empresa.

O que as empresas devem compreender quanto aos impactos ambientais?

Utilizando a própria definição dada pela norma ISO 14001, aspecto ambiental é entendido como “um elemento da atividade, produtos e/ou serviços de uma organização que possa interagir com o meio ambiente. A partir da identificação dos aspectos ambientais de seus produtos, processos e serviços é possível estabelecer um Sistema de Gestão Ambiental (SGA)”.

Desse modo, os aspectos ambientais é todo e qualquer elemento que pode causar alguma modificação no meio ambiente, podendo interagir com a natureza ou alterá-la durante uma atividade ou processo. Por sua vez, um SGA seria um conjunto de políticas, práticas e procedimentos técnicos e administrativos de uma empresa com o objetivo de obter um melhor desempenho ambiental.

Já o impacto ambiental é definido, segundo o Artigo 1º da Resolução n° 001/86 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) como “qualquer forma de matéria ou energia resultante de atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetem: a saúde, segurança e o bem-estar da população; as atividades sociais e econômicas; a biota; as condições estéticas e sanitárias e o meio ambiente e a qualidade dos recursos ambientais”.

Isso significa que um impacto ambiental seria uma consequência da interação que gera modificações no meio ambiente, seja ela positiva ou negativa.  E quando são impactos ambientais negativos, as empresas, bem como seus responsáveis, ficam sujeitos a sofrerem penalidades por terem causado crimes ambientais contra à fauna, à flora e/ou à saúde humana.

Por que identificar os aspectos ambientais na sua gestão?

Portanto, ao identificarmos os aspectos ambientais de uma organização, estamos analisando quais são os elementos que podem causar alguma modificação no meio ambiente, causando algum tipo de impacto ambiental, que seria o efeito desses aspectos. Por exemplo, uma empresa que entre suas atividades consta o descarte de resíduos sólidos. Este é um aspecto ambiental.

A partir do momento que esse descarte é feito de forma irregular e causa a contaminação do solo, torna-se um impacto ambiental.

A tragédia de Brumadinho, ocorrida no início de 2019, é um bom exemplo de negligência no sistema de gestão dos aspectos e impactos ambientais de uma organização. A Vale tinha estudos que indicavam quais eram os aspectos ambientais de sua atividade, quais os impactos a eles relacionados e os riscos que corria diante de um acidente. Com certeza existia um levantamento desses aspectos e impactos ambientais. E mesmo assim não foi feito nada que verdadeiramente impedisse o rompimento da barragem.

Seria possível evitar essa tragédia? Sabemos que sim, desde que fosse levado a sério o Levantamento de Aspectos e Impactos Ambientais (LAIA), porque é ele que permite identificar detalhadamente quais são os aspectos e impactos ambientais a que uma organização está sujeita e assim controlar e prevenir os riscos à saúde humana e ao meio ambiente.

Levantamento de Aspectos e Impactos Ambientais

O processo do LAIA é o diagnóstico dos aspectos e impactos ambientais de uma empresa que visa auxiliar os processos de tomada de decisão, permitindo a construção de planos de ação para minimizar e até evitar riscos ligados ao negócio.

O LAIA subsidia e é uma das etapas mais importantes do Sistema de Gestão Ambiental (SGA), cujas diretrizes para a implementação e operação são fornecidas pela norma ISO 14001. O processo do LAIA também é um dos requisitos para uma empresa conseguir um licenciamento ambiental, por exemplo.

No caso de desejar pela certificação, o processo do LAIA é obrigatório, pois o conteúdo da norma ISO 14001 dispõe sobre o controle das atividades causadoras de impacto ambiental e determina que as empresas realizem esse levantamento, apontando prioridades e seus níveis de criticidade.

Agora, se uma organização não quer se certificar na norma ISO 14001, ela não necessariamente precisa realizar o LAIA. No entanto, muitas organizações solicitam sua realização para poderem firmar contratos com outras empresas, porque o LAIA acaba por vir gerar uma maior segurança a elas exatamente por ser capaz de identificar os riscos ambientais a que poderia estar sujeita caso fechasse acordo. existindo a noção de responsabilização solidária por danos causados.

Por isso, o processo do LAIA é muito importante mesmo não sendo obrigatório por lei, porque pode vir a evitar multas e sanções legais devido ao descumprimento de leis ambientais, além de desastres que podem chegar ao nível do que ocorreu em Brumadinho.


Através do Módulo GAIA, é possível ter certeza que os controles estão sendo eficazes, analisar quais os riscos mais relevantes para seu negócio e também avaliar se há oportunidades de redução de custo ou de novos investimentos para sua organização.

MÓDULO GAIA do SOGI
Módulo GAIA: Gerencie seus riscos ambientais com o melhor software de Sistema de Gestão.

ISO 14001: Aspectos e Impactos e levantamento de Riscos e Oportunidades

Como atender aos seus aspectos e impactos ambientai conforme a nova versão da norma ISO 14001 e ainda realizar a identificação dos riscos e oportunidades do seu negócio?

Um sistema de gestão ambiental (SGA) é uma via de mão dupla, no que diz respeito a trazer benefícios para a empresa. O SGA existe para auxiliar as organizações no planejamento de ações, a fim de prevenir e controlar impactos significativos que possam vir impactar no meio ambiente. Embora, também, auxilie no atendimento dos requisitos legais e no gerenciamento de riscos, aumentando assim a produtividade e, por consequência, os lucros. Em outras palavras, o SGA faz com que a organização beneficie o meio ambiente e, em contrapartida, também seja beneficiada.

ISO 14001: implementação de um sistema de gestão

A ISO 14001 é uma das normas essenciais para a implementação de um bom SGA, pois possui todas as diretrizes para que o sistema seja abordado corretamente — e tem a vantagem de ser uma norma, facilmente integrável às outras normas. Além disso, a empresa que possui o selo ISO 14001 demonstra seu comprometimento para com as práticas sustentáveis e padrões internacionais de gestão ambiental.

Você já sabe que de tempos em tempos todas as normas ISO passam por revisões periódicas, a fim de absorver as exigências  mais recentes do mercado. Com a ISO 14001, não foi diferente. Seu processo de revisão foi iniciado em 2012 e teve como base um documento elaborado pela ISO chamado Anexo SL, o qual fornece uma estrutura única para todas as normas de Sistema de Gestão, integrando todas as outras normas de forma facilitada.

A revisão mais recente é a ISO 14001:2015, e ela reforça a necessidade de identificação de aspectos e impactos ambientais, principalmente sob a perspectiva de ciclo de vida do produto (ou seja: a vida do produto desde a aquisição de matéria-prima, passando pelo desenvolvimento, produção, distribuição, uso e até a destinação final).

Outro destaque nessa revisão é que a organização deverá demonstrar que identificou os riscos e oportunidades — devem ser analisados sob o prisma dos aspectos ambientais e também dos requisitos legais — capazes de influenciar no alcance dos resultados pretendidos, e também os fatores externos e internos relacionados ao contexto da organização e aos requisitos relevantes das partes interessadas.

Você compreende bem os riscos e oportunidades de sua organização?

De acordo com a nova atualização da 14001:2015 é necessário identificar todos riscos e oportunidades em sua empresa, principalmente aqueles que envolvem aspectos ambientais e requisitos legais.

O item 6.1.3, por exemplo, diz que “toda organização deve determinar e ter acesso aos requisitos legais e a outros requisitos relacionados a seus aspectos ambientais, determinando como tais requisitos impactam na organização, além de levar estes e outros requisitos em consideração quando for estabelecer, implementar, manter e melhorar continuamente seu sistema de gestão, através de informação documentada”.

Nunca é demais lembrar que o risco causa o efeito de incerteza, e o levantamento de riscos tem caráter majoritariamente preventivo. No caso da gestão ambiental, a análise de risco é extremamente importante, pois prevenção é a palavra-chave quando falamos em meio ambiente.

A gestão de um acidente ambiental é muito complicada e na maioria das vezes tem efeitos irreversíveis, portanto é preciso analisar todos os riscos com minúcia. Além do mais, a legislação ambiental no Brasil é bastante rígida e por isso se faz necessário adotar uma série de controles para manter o compliance.

Quanto às oportunidades, quando identificadas corretamente, elas permitem um crescimento contínuo e saudável de qualquer organização. No caso da gestão ambiental, é possível, por exemplo, realizar o aproveitamento de resíduos e a partir daí criar novos negócios (que podem se revelar um tanto lucrativos). As possibilidades são infinitas, mas só um trabalho personalizado pode apontar o que é melhor para sua empresa.

Os riscos e as oportunidades relacionados aos aspectos ambientais podem ser determinados no processo da avaliação de significância, como um processo único ou de forma separada.

Mas, como realizar a análise de riscos e oportunidades de maneira detalhada e precisa? Com um software de gestão especialmente voltado para tal função.

Como o Módulo GAIA auxilia na avaliação de seus Aspectos e Impactos?

O módulo GAIA (Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais), um software desenvolvido pela Verde Ghaia, facilita imensamente o gerenciamento de todos os aspectos e impactos ambientais de sua organização. Ele auxilia na avaliação dos impactos ambientais e na criação de planos de ação voltados para a melhoria e adaptação às exigências legais.

Através de uma metodologia especialmente desenvolvida, o Módulo GAIA identifica a significância dos aspectos e dos impactos ambientais aplicáveis à sua organização, bem como a correlação de todos eles com a legislação. Em outras palavras, a cada aspecto registrado no sistema, automaticamente surge a listagem de requisitos que devem ser cumpridos, inclusive com dados imprescindíveis, como as datas de expiração das licenças.

O sistema vincula todos os requisitos aplicáveis àquele aspecto e os vincula à sua planilha GAIA de forma prática e ágil.

O Módulo GAIA também oferece o procedimento e os critérios de identificação, informa se o aspecto e impacto ambiental são significativos, quais são os riscos para o seu negócio, identifica de forma clara os aspectos que necessitam de controle operacional a fim de reduzir suas ocorrências e é um suporte para a criação e gerenciamento de planos de ação para cada aspecto em sua atividade e processos.

O que o Módulo GAIA oferece para a sua Gestão?

Além disso, o Módulo GAIA possui outros diferenciais:

  • Armazena informações e históricos.
  • Oferece uma interface amigável para visualização das planilhas.
  • Gera relatórios e gráficos gerenciais, realizando o envio automático para o e-mail dos interessados, sempre mostrando o status dos planos de ação.
  • Detém maior agilidade nos controles e possibilidade de controle centralizado.
  • Organiza a gestão de todos os itens do Levantamento de aspectos e Impactos: área, processo, atividade e medidas de controle.
  • Gerencia os riscos e oportunidades dos processos e operações, relacionando-os aos aspectos e impactos.
  • Relaciona suas atividades finais e suas possíveis consequências de acordo com aspectos e impactos ambientais.
  • Gera a análise de riscos e ciclo de vida dos produtos e relatórios gerenciais.
  • Permite o controle das permissões de acessos dos usuários e das alterações nas planilhas.
  • 100% de confidencialidade e segurança da informação.
  • Sistema online, sem necessidade de instalação, com acesso em período integral de qualquer lugar do mundo

Com todas as informações pertinentes inseridas, o Módulo GAIA é capaz de responder a milhares de perguntas, tais como:

  • Quais são os aspectos/impactos significativos em minha atividade?
  • Meus controles estão sendo eficazes?
  • Quais os riscos mais relevantes para o meu negócio?
  • Há oportunidades de redução de custo ou de novos investimentos?

Só o Módulo GAIA assegura um rígido de controle de todos os aspectos e impactos ambientais, garantindo à gestão ambiental o máximo de precisão e evitando que sua empresa tenha surpresas desagradáveis junto à lei.

Implantação de um Sistema de Gestão Ambiental

Mesmo que sua empresa não esteja visando exatamente conquistar um selo ISO, ela deve realizar o levantamento ambiental, uma vez que qualquer atividade humana, sem exceção, deixa marcas no meio ambiente (sendo que algumas geram mais impactos do que outras).

Por isso, a implantação de um Sistema de Gestão Ambiental deve ser o primeiro passo para atingir o desenvolvimento sustentável, convergindo os interesses técnicos, econômicos e comerciais ao bem-estar ambiental e à redução dos impactos significativos causados pela ação do homem.

Saiba mais sobre o Módulo GAIA.

Fale conosco!

Monitore Planos de Ação de Aspectos e Impactos Ambientais

Você certamente, já sabe que um sistema de gestão ambiental – SGA implementado corretamente auxilia qualquer tipo de empresa, grande ou pequena, no planejamento de ações para prevenir e controlar impactos significativos que suas atividades que possam causar ao meio ambiente. E, que além disso, contribui com o atendimento dos requisitos legais e no gerenciamento de riscos.

Muito provavelmente, você também tem ciência de que a norma ISO 14001:2015 é extremamente útil no ato da implementação de um SGA, pois traz todas as diretrizes necessárias para realizar o processo com destreza.

A partir das informações acima, hoje vamos ser mais específicos e falar sobre o item 6.1.4 da norma ISO 14001:2015, o qual diz respeito à identificação e planejamento de ações para definir a tomada de ações na abordagem dos aspectos ambientais significativos de uma organização.

Como identificar seus Aspectos Ambientais

Muitas vezes, a empresa até consegue identificar corretamente seus aspectos ambientais, bem como seus respectivos impactos, riscos e oportunidades. Contudo, a falha se revela no momento de realizar o planejamento das ações, visto que o objetivo é o de minimizar/mitigar tais riscos ou realizar o melhor aproveitamento das oportunidades, principalmente no que diz respeito ao ordenamento dos processos, prazos e funcionários envolvidos.

Se os setores de uma empresa não se organizarem numa estrutura de sistema de gestão, possivelmente, você sabe o que poderá acontecer, ou seja, tudo vira um “jogo de empurra-empurra” no qual não se sabe quem ficou designado a fazer o quê. Esse é um daqueles casos em que nada vale conhecer o problema, se não houver a ação correta para abordá-lo. Sendo assim, pode ser necessário recorrer a ajuda.

Partindo dessa visão de “empurra-empurra” e sabendo que o sistema de gestão não pode ficar esquecido, posto que os planos de ações devem ser colocados em prática, o sistema Online de Gestão Integrada – SOGI, através do Módulo GAIA, visa resolver esse tipo de problema.

E é sobre ele que apresentaremos as propostas de soluções para seja possível realizar a identificação e planejamento de ações, e assim conseguir atender seus requisitos legais e gerenciar seus riscos.

Então vamos, lá!

GAIA – Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais

O Módulo GAIA (Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais) permite a criação de ações específicas para cada aspecto identificado. Você registra os dados de sua empresa no sistema, e a partir daí o Módulo GAIA identifica todos os aspectos e impactos a serem observados e define cada etapa do trabalho, segmentando cada ação e nomeando os responsáveis por cada uma delas.

Ao mesmo tempo, que o GAIA te permite monitorar o prazo de vencimento de cada marco, permite também avaliar a eficácia de tudo o que foi feito e assim, habilitando alertas de recorrência de problemas, caso seja necessário.

Através de uma metodologia desenvolvida por especialistas da Verde Ghaia, o Módulo GAIA auxilia na identificação e na significância dos aspectos e impactos ambientais aplicáveis à sua organização, bem como realiza a correlação de todos eles com a legislação. Dessa maneira, o gestor sempre receberá alertas sobre licenças prestes a expirar ou sobre requisitos em não conformidade.

E para alcançar uma gestão eficiente, a ferramenta proporciona procedimentos e critérios de identificação, avaliando a gravidade de cada aspecto e impacto e definindo qual ocorrência necessita de controle operacional.

Diferenciais do GAIA

O Módulo GAIA possui uma estrutura robusta, de modo que o usuário possa gerenciar seus dados conforme as necessidades de cada gestor. Com isso, apresentamos a você alguns diferenciais que o Módulo GAIA oferece a sua Gestão:

  • Armazenamento de informações e históricos.
  • Propõe uma interface amigável para visualização das planilhas.
  • Gera relatórios e gráficos gerenciais, realizando o envio automático para o e-mail dos interessados, sempre mostrando o status dos planos de ação.
  • Detém maior agilidade nos controles e possibilidade de controle centralizado.
  • Organiza a gestão de todos os itens do Levantamento de aspectos e Impactos: área, processo, atividade e medidas de controle.
  • Gerencia os riscos e oportunidades dos processos e operações, relacionando-os aos aspectos e impactos.
  • Relaciona suas atividades finais e suas possíveis consequências de acordo com aspectos e impactos ambientais.
  • Gera a análise de riscos e ciclo de vida dos produtos e relatórios gerenciais.
  • Permite o controle das permissões de acessos dos usuários e das alterações nas planilhas.
  • 100% de confidencialidade e segurança da informação.
  • Sistema online, sem necessidade de instalação, com acesso em período integral de qualquer lugar do mundo.

Que tipo de suporte, o GAIA oferece?

Com todas as informações pertinentes inseridas, o Módulo GAIA é capaz de responder a milhares de perguntas. Além disso, você conseguirá obter dados relevantes para sua gestão. A título de exemplificação, há algumas perguntas que o GAIA responde, por exemplo:

  • Quais são os aspectos/impactos significativos em minha atividade?
  • Meus controles estão sendo eficazes?
  • Quais os riscos mais relevantes para o meu negócio?
  • Há oportunidades de redução de custo ou de novos investimentos?

Converse com a nossa equipe para saber mais sobre os resultados que o Módulo GAIA pode oferecer à sua Gestão.

Fale conosco!


Temos um suporte completo para a criação e gerenciamento de planos de ação para cada aspecto, relacionado à sua atividade e processos, garantindo à sua gestão ambiental o máximo de precisão.


Por que fazer Integração dos sistemas de Gestão (SGI)?

A gestão integrada tem trazido muitos benefícios para as empresas, entre eles uma maior facilidade em alguns aspectos práticos das suas rotinas, como uma melhor administração da economia, especialmente na diminuição dos custos.

Além disso, ela também reduz os processos burocráticos e proporciona um aumento da eficácia e eficiência nas rotinas, assim como uma equipe mais engajada e comprometida em relação à busca dos resultados, entre outras coisas.

Mas, antes de falarmos sobre a integração dos sistemas de Gestão Integrada – SGI, precisamos entender um pouco sobre a Gestão Integrada em si e o que ela representa, de um modo geral.

Sistema de Gestão Integrada (SGI) – o que é?

O Sistema de Gestão Integrada consiste em um processo administrativo que torna possível a visão completa da organização pelo gestor.

É por meio dela que os processos são integrados, ou seja, passam a ser trabalhados em conjunto, obtendo resultados cada vez mais satisfatórios pela instituição que optou por utilizá-lo. No SGI os processos de gestão ambiental, segurança, qualidade, responsabilidade social e saúde ocupacional são trabalhados juntos, em todos os níveis da empresa.

Leia mais sobre esse processo de integração dos sistemas no post: A Matemática da Integração, escrita por Deivison Pedroza, Ceo do Grupo Verde Ghaia

Com a adoção do SGI as organizações passam a trabalhar estrategicamente algumas questões relacionadas à segurança e ao meio ambiente, por exemplo, conseguindo um significativo impacto em relação à maneira como atingem os seus objetivos.

Entendendo o contexto do mercado atual

Em um mundo globalizado, onde há livre concorrência no mercado e o público se torna cada vez mais exigente, as empresas precisam pensar estrategicamente e agir conforme esse novo cenário.

Não é possível se manter com foco apenas em vendas, mas agregar valor e manter uma excelente relação com o cliente interno e externo, transformando o ambiente organizacional e todo o contexto onde a empresa está inserida em um espaço para ações benéficas à sociedade, de um modo geral.

A economia, antes colocada no topo das prioridades, hoje divide lugar com as questões sociais e ambientais, aumentando assim a competitividade da empresa e a colocando em uma posição favorável em relação ao público.

Você compraria um produto ou serviço cuja empresa não se preocupa com o meio ambiente ou se mantém alheia às questões sociais? Se o cliente não consegue se manter alheio a questões que dizem respeito a todos, a organização também não pode ignorá-las.

Inclusive, as organizações possuem uma responsabilidade um tanto maior, já que são elas que se utilizam de matéria-prima, mão de obra, processos de fabricação, tecnologia e muitos outros para manter a sua produção.

Café Conectado Verde Ghaia – Sistema de Gestão Integrada

Entendendo melhor o SGI

O Sistema de Gestão Integrada tem um papel fundamental: unificar os processos, tornando mais eficiente a implantação das políticas, objetivos, práticas e processos de maneira que os resultados acontecem muito satisfatoriamente do que quando essas áreas tão trabalhadas individualmente.

Um modelo de gestão completo surge a partir do Sistema de Gestão Integrada, permitindo inclusive que a empresa possa obter toda a certificação dos diferentes sistemas por meio de uma púnica auditoria.

Ou seja: é possível que a organização atenda de uma só vez a todas as exigências e obtenha apenas um sistema de gestão integrada.

No que se diz respeito às auditorias tanto internas como de certificação, há uma grande vantagem. Apenas uma auditoria combinada passa a reduzir o número de auditorias individuais.

Resultado: os negócios e operações passam a não ser mais tão interrompidos pela mobilização dos auditores internos e contratados.

A economia do seu negócio fica em segundo plano?

Como falamos anteriormente, no mundo globalizado e com os clientes cada vez mais bem informados, a organização precisou parar de pensar apenas no processo de vendas e a pensar mais estrategicamente para manter a competitividade. Isso fez com que ela colocasse em primeiro plano ações estratégicas voltadas para a saúde, o meio ambiente, a as questões sociais, por exemplo. Mas, e a economia que antes era prioridade, ficou mesmo na prateleira?

Não, de forma alguma. Focar nos outros processos faz justamente com que a economia da empresa se mantenha aquecida, de maneira a reduzir os custos e obter um ótimo retorno financeiro.

Entenda a ISO 14001

Para falar sobre o Sistema de Gestão Integrada é imprescindível que a ISO 14001 também seja compreendida. Porém, antes de entendê-la é preciso falar um pouco sobre uma outra norma: a ISO 14000.

O que é a ABNT NBR ISO 14000?

Trata-se de normas específicas que descrevem os pré-requisitos de um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) e, a partir desse sistema, é desenvolvido nas organizações uma estrutura para a proteção do meio ambiente.

Esse sistema visa também oferecer respostas rápidas às mudanças e problemas relacionados às condições ambientais.

ISO 14001 – compreendendo o Sistema de Gestão Ambiental

Com a ISO 14001 surge uma nova linha de pensamento (que condiz muito mais com os dias atuais).

E é a partir da compreensão de que a sustentabilidade não se faz apenas com uma estratégia de viés unicamente ecológico que o SGA passa a trabalhar uma forma estratégica, que visa o desenvolvimento sustentável das organizações.

A ISO 14001 agrega um valor muito mais significante para que as empresas ganhem a certificação devida. Ela tem foco no envolvimento social e o cumprimento da legislação ambiental vigente.

Saiba como o SOGI pode ajudar no processo de integração, evitando quaisquer contratempo!

Dificuldades da integração dos sistemas

Embora a integração de processos, especialmente com a inclusão do Sistema de Gestão Ambiental, pareça algo simples e que consiste apenas em aspectos positivos, há alguns pontos que podem trazer conflitos e precisam ser solucionados.

Se uma organização já possui certificação em um sistema de gestão da qualidade, vale observar que ela já trabalha isoladamente a qualidade de seus produtos e os diferentes impactos que eles têm sobre a sociedade e o meio ambiente.

De um modo geral, esses pontos estão sob a responsabilidade de profissionais de diferentes áreas, o que limita a visão mais ampla em relação aos processos, embora ela seja mais eficiente dentro da sua área específica.

O papel do gestor nesse momento é fundamental, afinal é ele o responsável para solucionar conflitos e lidar com as situações adversas envolvendo a equipe de trabalho.

Como promover a facilidade na integração do SGA e SGI?

O ponto de partida é observar o que ambos têm em comum. De um modo geral, os dois são similares em seus elementos estruturais, tendo a necessidade de desenvolver uma política específica para a sua implantação e efetivação.

Ambos possuem metas e objetivos a serem cumpridos, medição de resultados, planejamento, fase de implementação e operacional. Além disso, em ambos há um monitoramento das metas, além das ações preventivas e também corretivas.

Com um olhar mais aprofundado e mais sensibilidade para perceber as afinidades ao invés das diferenças, o gestor perceberá que é possível alinhar os dois sistemas a partir das suas particularidades.

Enquanto o SGA trabalha com a finalidade de melhorar o processo de eliminação de impactos, o SGQ visa a satisfação dos clientes. Ambos favorecem a agregação de valor dos produtos e da organização, de um modo geral.

Entenda a importância da implantação de um SGA

Hoje a implantação de um sistema de gestão ambiental é primordial para a sobrevivência da empresa e sua competitividade.

A maneira como as empresas lidam com isso já se tornou cotidiano, incluindo inclusive as pequenas e médias, pois é geral a consciência de que todas as ações possuem impactos globais e ambientais.

Vale ressaltar que o ISO 14001 é exigido em diferentes países, o que influencia a importação e exportação de produtos. Se uma empresa brasileira não possui esse certificado, seus produtos correm o risco de não ultrapassarem os limites das terras brasileiras.

Por fim, é importante levar em consideração um dos principais pontos ligados à sobrevivência da empresa: a aprovação social.

As pessoas apostam em produtos oriundos de empresas que visam o bem-estar social e ambiental. Elas sabem que os impactos das ações do homem e das organizações têm influência sobre o presente e o futuro da humanidade, refletindo direta e indiretamente nas próximas gerações.

Integração dos sistemas de gestão: o futuro das organizações

A partir de todos os pontos aqui abordados sobre a integração dos sistemas de gestão integrada, é importante observar que, com todos os danos causados ao meio ambiente até os dias de hoje, trabalhar a sustentabilidade, embora seja uma estratégia de competitividade, é também uma questão de consciência.

O planeta vem passando por drásticas transformações e o impacto industrial é de grandes proporções. Se a integração dos sistemas de gestão integrada é fundamental para a sobrevivência da empresa, ela é vital para o futuro da humanidade.

Integre seu Sistema de Gestão com a Verde Ghaia. Fale conosco!


Gostou do texto? Deixe seu comentário! Será muito bom poder contar com seu ponto de vista em nosso espaço.

Grupo Verde Ghaia – SOGI Sistema Online de Gestão Integrada

Blog SOGI