home office – SOGI
×

Como aplicar práticas remotas ao meu negócio?

Mesmo após o fim do isolamento social devido ao Covid-19, é possível que muitas empresas não retornem ao modelo de trabalho que adotavam anteriormente.

Jack Dorsey, o CEO do Twitter, já declarou  que mesmo após o fim da pandemia, a possibilidade de trabalhar em casa será em definitivo para aqueles que preferirem o modelo (e que obviamente estiverem em cargos que permitam o trabalho remoto).

A Petrobras já divulgou que manterá metade do pessoal administrativo em home office permanente. A justificativa é que a experiência acabou se provando bem-sucedida em termos de produtividade e que revelou oportunidades para economia de custos em relação a espaço de escritório

Diante desse novo panorama, é possível que todas as empresas precisem criar algum tipo de adaptação para um novo modelo de negócios. Mesmo que não haja a possibilidade de modificar toda a cadeia produtiva, parte dela pode ser revista, principalmente nos setores administrativos.

Dicas de como aplicar práticas remotas a sua Gestão

Gestão horizontal

Por muito tempo, as empresas sempre adotaram um modelo de gestão vertical, ou seja, aquele baseado em hierarquia, com as decisões vindo de cima para baixo e um sistema implícito de “o chefe manda, o funcionário obedece”.

Na estrutura horizontal, os funcionários têm autonomia para tomar decisões. Aliás, eles não são mais “funcionários”, e sim colaboradores, que colaboram entre si e fomentam não só a evolução da empresa como o crescimento pessoal.

É um esforço conjunto. O trabalho remoto é muito mais voltado à gestão horizontal. Embora exista a figura do gestor para centralizar e unificar objetivos, ele não está ali para intimidar. Caso sua empresa ainda se baseie no sistema de gestão vertical, este é um bom momento para rever o modelo (que provavelmente morrerá dentro de alguns anos).

Invista em tecnologia

Nenhum modelo de trabalho remoto funciona sem uma boa estrutura tecnológica, a qual inclui não apenas equipamentos, softwares e aplicativos, mas também armazenamento em nuvem, servidores e muito mais.

Caso sua empresa não possua experiência com tecnologia, vale buscar consultoria externa — inclusive no que diz respeito à expansão digital dos negócios. Toda essa reestruturação também irá refletir no consumidor, que cada vez mais buscará empresas acessíveis no que diz respeito à comunicação e onipresentes em sua capacidade de atendimento.

Planejamento estratégico

O planejamento estratégico continua sendo essencial em qualquer empresa, por isso os objetivos da gestão devem ser mantidos em dia. Inclusive, quando há a implementação de trabalho remoto, o foco nos objetivos (e não na execução) é maior do que nunca.

Centralize a comunicação

Um erro que muitos gestores cometem no trabalho remoto é abrir canais de comunicação em excesso para dialogar com a equipe — afinal as opção são muitas, não é mesmo?

Para evitar o desvio de informações importantes, determine um limite de canais (Exemplo: e-mail, telefone, WhatsApp e Zoom). E exija que documentações importantes (como contratos, relatórios, documentos) sejam sempre enviadas pelo e-mail corporativo.

Software de gestão integrada

Este tópico poderia ter sido inserido em qualquer um dos anteriores, mas ele é tão específico que merece atenção especial. Para uma gestão adequada, é recomendável usar algum tipo de software para unificar tarefas e permitir maior controle por parte de todos. O Sogi da Verde Ghaia é uma boa pedida, pois vai ajudar a organizar/centralizar as informações com segurança, permitindo acesso online em período integral.

Não se esqueça do lado humano

Estimule a colaboração entre toda a equipe e não se esqueça de que as pessoas precisam de lazer também. Muitos trabalhadores têm gostado de trabalhar remotamente, mas ao mesmo tempo se queixam de que tem sido cada vez mais difícil separar a vida pessoal da profissional. Não permita que isso aconteça na sua equipe.

Não abra mão de alguns encontros presenciais

Quando esta pandemia acabar, realize reuniões presenciais periódicas. Caso sua empresa elimine a sede física de vez, você pode organizar os encontros num espaço de coworking.

Esse tipo de atitude ajuda a alinhar a equipe, principalmente em caso de dúvidas mais facilmente solucionadas “ao vivo”. Além disso, é um meio de fortalecer os laços entre gestor e equipe, e de garantir a interação e calor humano.

Caso sua empresa ainda não seja adepta da gestão à distância, é bom se preparar para aprendê-la, pois se porventura enfrentarmos uma nova crise — seja devido a uma pandemia ou qualquer outro motivo —, você estará totalmente adaptado. Além disso, tudo indica que este será o modelo predominante no mercado a partir de agora, e a empresa que não mudar, correrá o sério risco de não sobreviver.

Acompanhe no Blog, temas relacionados a gestão remota!

Até a próxima.
Daniela Pedroza – Diretora Executiva da VG

Home office: como ter uma gestão descentralizada

De acordo com o IBGE, em 2018 quase 4 milhões de brasileiros já haviam aderido ao modelo home office, o maior número registrado até hoje no país[FL1]. E após a pandemia provocada pelo vírus COVID-19 esse número tem aumentado ainda mais, e tudo indica que será uma nova modalidade de trabalho no período Pós Covid.

Por que ter uma Gestão descentralizada é importante?

Uma das maiores características do home office é ser um modelo de trabalho descentralizado. Sua essência defende que a responsabilidade de gerenciamento de pessoas, dentro de uma organização, não é apenas dos líderes, mas também dos próprios colaboradores.

É nesse processo que auto gestão do home office se destaca. Isso significa que os próprios Colaboradores devem se responsabilizar pela organização de seu tempo e de metas estabelecidas pelo Líder, bem como administração de seu tempo. A responsabilidade de” trabalhar em casa” é enorma, pois exige auto liderança e é preciso estar preparado.

Descentralização das Equipes

A descentralização de equipes através do trabalho remoto é uma tendência que tem ganhado cada vez mais força — e o isolamento social causado pela pandemia do Covid-19, só fez intensificar esse movimento.

Entretanto, muitos gestores ainda torcem o nariz para o formato de trabalho remoto, pois temem perder o controle ou mesmo o senso de autoridade, por vezes necessário, para se fazer uma empresa andar. Porém, é um medo infundado, pois mesmo na gestão descentralizada, os líderes de equipe mantêm papel fundamental. Afinal, eles devem permanecer ativos junto aos membros de sua equipe, tornando-se essenciais na hora de direcionar os rumos dos projetos desenvolvidos pela sua equipe.

Na verdade, o gestor deve enxergar que a postura ativa (e proativa) dos colaboradores vem para facilitar o trabalho de forma geral, de modo que os objetivos da empresa acabam sendo cumpridos com maestria. E quando ocorre de ambos, colaborador e líder, assumirem suas responsabilidade mais fácil é a organização do fluxo do trabalho.

Vantagens da Gestão Descentralizada

Quando bem implementado, o modelo de trabalho descentralizado é repleto de vantagens — e pode abrir caminhos para novos negócios que tornarão a empresa um diferencial no mercado. Os maiores ativos do momento, como a Netflix e o Uber, nasceram exatamente desse modelo descentralizado.

O quadro abaixo mostra o que é importante em cada tipo de gestão:

Gestão centralizada Gestão descentralizada
Cumprimento de carga horária Tarefa entregue no prazo acordado
Adesão aos padrões da empresa Valorização da cultura da empresa
Avaliação anual Feedback constante
Gerenciamento de sistemas Gerenciamento de pessoas

Como podem ver, a gestão descentralizada valoriza resultado e pessoas. Além disso, ela trás outras vantagens.

Diversidade de perfis

Como o home office foca nas tarefas a serem entregues, e não no modo como as pessoas trabalham, é possível contratar uma equipe mais diversificada, inclusive no que diz respeito a questões de acessibilidade, pois ainda existem profissionais com algum tipo de limitação que lhes conferiria dificuldades de ingressar num modelo de trabalho tradicional.

Economia

Devido a descentralização, é possível criar um modelo de trabalho mais econômico, pois a empresa não precisa mais reservar um espaço físico para acomodar seus funcionários. Além disso, a possibilidade de se “trabalhar de qualquer lugar” pode elevar os níveis de produtividade daqueles que desejam um modelo mais flexível. E numa empresa, mais produtividade significa mais lucro.

Sustentabilidade

Energia elétrica, água, papel, copos descartáveis… Todo escritório exige uma estrutura mínima para se trabalhar. Se cada funcionário trabalha de casa, temos menos desperdício. Além disso, sem a necessidade de deslocamento, reduz-se o tráfego nas cidades e, consequentemente, a emissão de poluentes no ar.

Flexibilidade

Cada vez mais, o tempo se torna uma de nossas moedas mais valiosas. Os profissionais que atuam em regime de home office podem ter mais qualidade de vida, pois todo o tempo perdido no deslocamento para o escritório pode ser utilizado para se exercitar, descansar, interagir com a família, fazer cursos etc. Vale até um cochilo de vinte minutos depois do almoço para recarregar as energias.

Atenção ao Modelo de descentralização

  • A gestão descentralizada não é caracterizada pela mera distribuição de tarefas, mas principalmente pela distribuição de informações e pelo compartilhamento das tomadas de decisão.
  • A gestão descentralizada não é sinônimo de desorganização. Pelo contrário. Quanto mais organizados os processos, mais chance de sucesso no modelo descentralizado.

A gestão descentralizada de pessoas pode ser muito benéfica. Mas, é primordial que gestores reconheçam seu papel estratégico e preparem a equipe para atuar com autonomia a responsabilidade.

Hoje, sai na frente a empresa que estiver pronta para descentralizar e delegar a tomada de decisão. Desse modo, o trabalho acaba sendo executado com mais qualidade, a diretoria fica livre para abordar assuntos mais estratégicos, os processos se tornam mais transparentes, as equipes ficam mais engajadas e todo mundo — pessoas e empresa — crescem juntos!

E você, concorda que a gestão descentralizada se tornará cada vez mais benéfica, trazendo mais qualidade de vida para os colaboradores? Deixe seu comentário abaixo!


 [-FL1]Fonte: https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2019/12/18/home-office-bateu-recorde-no-brasil-em-2018-diz-ibge.ghtml