Planejamento Jurídico Preventivo: quais são as vantagens e benefícios?
×

Qual a importância de um Planejamento Jurídico preventivo?

Descubra que um planejamento jurídico preventivo é muito mais barato do que você imagina e que traz muito mais benefícios e vantagens para a organização, reduzindo riscos e prejuízos financeiros.

Por que fazer gestão dos Passivos da Organização?

As organizações muitas vezes não se preocupam com seus passivos, mas são estes os responsáveis, em sua maioria, por elevar os custos e influenciar a economia da organização. Os passivos de uma organização são custos diretos relacionados aos seus produtos e/ou ao serviço fim, bem como os custos fixos, variáveis. Existem também os passivos ocultos, os indiretos, que muitas vezes as organizações não identificam e que comprometem diretamente na lucratividade da organização.

Por isso, é importante ter como objetivo a gestão dos passivos para dar continuidade aos negócios sem ser pego de surpresa com valores astronômicos provenientes dos passivos. E como fazer isso? Esses passivos podem ser antevistos através de um planejamento jurídico preventivo.

O planejamento jurídico preventivo geralmente é percebido pelas organizações como algo irrelevante, por considerarem um gasto desnecessário e alto, já que estamos falando de “prevenção do problema”, ou seja, algo que pode ou não acontecer. Mas esta ideia está completamente equivocada e errada, e é isso que vamos mostrar para você neste artigo.

O que é planejamento jurídico preventivo?

O planejamento jurídico preventivo é uma ação que proporciona a toda a alta direção de uma organização uma segurança maior, visto que há diminuição de processos contenciosos, já que ele não se refere apenas ao valor gerado, mas ao não cumprimento da legislação que ocasiona custos processuais, honorários, juros, entre outros encargos para a organização.

O seu objetivo é de identificar problemas que envolvem o negócio e assim, evitá-los que ocorram, para que não haja os passivos e gastos desnecessários.

Como atender a um Planejamento Jurídico Preventivo?

Mesmo tendo esse objetivo, muitos líderes e gestores das empresas ainda veem o planejamento jurídico preventivo como um gasto, e não como um investimento, exatamente por se tratar de prevenção de algo que possa nunca vir a ocorrer. Mas esse tipo de pensamento é muito errado, porque este serviço é capaz de verificar pontos que podem trazer lucros à empresa ou, pelo menos, prevenir gastos desnecessários. Podemos afirmar com toda a segurança que remediar é muito mais caro que prevenir.

Por exemplo, através do planejamento jurídico preventivo, constata-se que cumprir determinada lei na área ambiental teria um custo de 15 mil reais. Se não for cumprida essa lei, o custo com multas e penalizações pode variar de 5 a 15 milhões, dependendo da atividade desempenhada pela empresa e do tamanho do impacto causado. Então pense: o que na verdade sai caro nessa história toda?

Quando se faz o planejamento torna-se possível gerir seus recursos e processos de tal maneira que será capaz de agir sempre na prevenção, poupando sua companhia da remediação. Lembra-se do ditado: “é melhor prevenir que remediar”? Então, o planejamento jurídico preventivo é basicamente isso.

Qual a importância do planejamento jurídico preventivo?

É importante fazer o planejamento jurídico preventivo devido ao próprio cenário brasileiro, de constantes modificações legislativas e pelas novas obrigações jurídicas que surgem cotidianamente. Por isso, estar atento ao ambiente jurídico da empresa e à antecipação dos riscos garante maior estabilidade e segurança ao negócio.

O planejamento jurídico estratégico permite que o gestor tenha mais embasamento para tomar decisões estratégicas, priorizar recursos, realizar investimentos e gerar relatórios de seu desempenho legal.

Além disso, é o planejamento que vai evitar prejuízos financeiros para a empresa, como por exemplo reparação de danos e pagamento de multas e penalidades por não cumprimento de conformidades. Ele também evita perda de reputação e de imagem da organização, duas coisas que, se perdidas, dificilmente serão recuperadas – sem contar o gasto exorbitante que se terá nesse processo todo. Consequentemente, o planejamento protege o valor de mercado da empresa, tanto valor de capital quanto valor humano.

Então, novamente vale destacar que o planejamento jurídico preventivo sai muito mais barato do que deixar de fazê-lo, e ainda pode ser usado como um diferencial, pois o cumprimento da legislação traz confiabilidade por parte do mercado e agrega valor à instituição.

Assessoria especializada para planejamento jurídico preventivo

O planejamento jurídico estratégico é um dos pilares mais importantes para a empresa, juntamente com a gestão de riscos, pois é ele que vai oferecer segurança jurídica para a organização e ainda evitar riscos e prejuízos financeiros, reconhecendo e tratando de forma diferenciada e eficiente os seus passivos.

Os gestores devem estar cientes da relevância da gestão dos passivos para a continuidade do negócio, pois o objetivo do planejamento jurídico preventivo é identificar problemas que envolvem o negócio e, assim, evitá-los que ocorram, para que não gerar passivos e gastos desnecessários.

Sabemos ainda que o planejamento jurídico preventivo bem executado pode ser algo complicado, visto que a regulação jurídica é muito ampla e são diversas leis específicas com constantes alterações que devem ser analisadas por especialistas. Por isso, é importante contar com a orientação de uma assessoria especializada que garantirá que a empresa esteja com toda a parte jurídica em ordem, eliminando possíveis riscos legais.

Como a Verde Ghaia pode te ajudar?

A Verde Ghaia é a empresa mais indicada e especializada para trabalhar com planejamento jurídico preventivo. Há mais de 20 anos no mercado de sistemas de gestão, ela possui especialistas qualificados para auxiliar organizações de todos os segmentos e portes a atingirem o crescimento sustentável através de uma gestão de riscos eficiente.

Se você quer conhecer seus passivos, reduzir seus riscos e evitar prejuízos, então fale com os consultores Verde Ghaia. Eles estão prontos para tirar suas dúvidas e comprovar que prevenir é realmente muito mais barato do que remediar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *