Metodologia de Risco utilizado pela LIA - Legislação Inteligência Artificial
×

Inteligencia Artificial na gestão de riscos

Uma gestão de riscos eficiente é como se fosse uma revisão feita em seu carro. Não é gasto nem despesa desnecessária. É na verdade, investimento de tempo e dinheiro. Entretanto, muitos entendem como despesa porque não conseguem ver na realidade o quanto economizam ao prevenir possíveis riscos que possam vir a ocorrer em seus negócios.

Por que fazer Gestão com base nos Riscos do negócio?

Por que você faz revisão no seu carro? É certo que cada revisão custa dinheiro, mas mesmo assim, você vai lá e faz. E por causa dessas revisões você se sente seguro, sabe que as chances de dar algum problema são mínimas, reduz seus riscos e além de tudo, economiza tempo e dinheiro (e evita muita dor de cabeça) por não ter que deixar o carro consertando em oficina caso aconteça algum imprevisto. 

Agora, quando falamos de uma empresa, geralmente a ideia é outra. Nela não se faz uma revisão, mas o ideal seria fazer uma gestão de riscos eficiente. E por quê? Sem dúvida alguma, são muitas leis e normas que uma atividade empresarial ou industrial está submetida. E não é nada fácil seguir todas elas. Mas, é preciso cumpri-las para evitar penalidades, multas e sanções, perda de reputação, paralisação das atividades e tantas outras consequências negativas advindas do não cumprimento de um requisito legal.

E, se eu falar para você, que a partir de agora é possível visualizar na tela do seu computador o quanto você já economizou prevenindo potenciais penalidades e multas? O quanto você pode perder, se você não fizer nada perante os riscos a que sua empresa está exposta? Pare um momento e reflita sobre isso.

Hoje, é possível ter todos esses dados no dashboard do seu SOGI LIRA. isso mesmo, isso se tornou realidade e tem até nome: LIA.

LIA significa, Legislação com Inteligência Artificial, da Verde Ghaia, e é uma plataforma inteligente que apresenta dados estratégicos para a tomada de decisão das empresas. Entre esses dados, estão o grau de risco a que uma organização está sujeita, a avaliação do risco exposto, o que priorizar, o que tem que cumprir e qual dos riscos está propenso a causa maior impacto, caso não seja cumprido o requisito.

Parece confuso? Calma! É muito mais simples do que parece. E, é isso, que mostraremos agora.

Metodologia de Risco utilizado pela LIA

Para auxiliar na gestão de riscos, a LIA permite o mapeamento de todas as sanções correlatas às obrigações aplicáveis aos seus clientes e a consequente priorização de temas. Isso significa, que a LIA dá orientação às organizações em relação ao conhecimento do risco a que elas estão expostas no que se refere às penalidades correlatas às obrigações aplicáveis à atividade que ela desempenha.

Com esse mapeamento, torna-se muito mais fácil decidir o que priorizar no atendimento dos desvios de cada unidade. Aconselhamos ler mais sobre o SOGI Corporativo.

Exemplificando o que dissemos acima, considere o tema de “transporte de produtos perigosos”. Dentro deste tema, há tipos de obrigações, como licenças, planos, prontuários, inspeção, treinamentos e gestão de fornecedores e terceiros. A LIA faz, automaticamente, toda a classificação e entrega pronta para o cliente, incluindo a avaliação e o vínculo das obrigações do grupo de evidências.

No caso do transporte de produtos perigosos, há mais de 800 obrigações e geralmente, as empresas respondem as mesmas coisas. E, com o intuito de evitar todo esse trabalho desnecessário, a LIA faz o agrupamento dessas obrigações por tipo.  Além da otimização do trabalho, a LIA também sugere evidências para o cliente, que fica a critério dele usar ou não, para demonstrar o cumprimento da obrigação.

Tudo isso fica visível no próprio dashboard da LIA. Nele você pode visualizar esse agrupamento das exigências para otimização da avaliação do atendimento à lei e assim quais os temas necessitam ser trabalhados de forma prioritária, considerando aqueles que a empresa está com maior índice de não conformidade e obrigações não avaliadas, somadas à maior exposição à sanções e penalidades.

Metodologia do risco da LIA

Após o mapeamento de penalidades e priorização de temas, é utilizada uma metodologia de risco própria da LIA, que busca deixar as obrigações mais próximas possíveis da realidade da empresa.

Assim, a organização pode, através de seus dados, nortear as tomadas de decisões, porque a LIA traz para o cliente uma referência de quanto ele está prevenindo em termos de multa, quando ele cumpre uma obrigação e do quanto ele está exposto, caso ele não trate as obrigações. Isto significa que a LIA oferece priorização das obrigações por demanda, porque permite que o usuário veja os custos.

A metodologia de riscos foi classificada por priorização, informando o grau de risco normativo, a que cada organização está exposta, de acordo com a seguinte ordem:

  • Educativas: é a advertência, as notificações, não tem impacto imediato na vida do cliente;
  • Financeiras: como as multas;
  • Restritivas de liberdade: prisão, detenção, reclusão; e
  • Restritivas de direito: embargos, suspensão, paralisação das atividades (são as mais prioritárias para serem atendidas).

Além da priorização de temas, também é possível visualizar os valores correspondentes a soma de todas as multas que cada organização está exposta, podendo ser avaliado o grau de risco, considerando:

  • Risco Exposto = soma total de todas as multas previstas em obrigações federais e estaduais.
  • Risco Prevenido = soma de todas as multas previstas nas obrigações conformes.
  • Risco Avaliado = soma de todas as multas previstas nas obrigações não conformes.
  • Risco legal Desconhecido = soma de todas as multas previstas nas obrigações não auditadas e/ou não verificadas pela organização.

Agrupamento das obrigações idênticas

Importante lembrar que, como a LIA faz o agrupamento das obrigações idênticas, então é gerada apenas uma penalidade, caso esta penalidade não seja cumprida.

No dashboard, o cliente também pode verificar qual o custo para tratar determinada obrigação. Podendo o gestor avaliar se o tratamento é mais caro do que a multa a que está exposto. A LIA oferece esses dados, porque ela permite associar os custos de prevenção e correção para tomada de decisão viável, com base nos riscos mais críticos.

Só uma inteligência artificial pode fazer tudo isso por sua empresa.

Somente a LIA pode tornar a sua gestão de riscos muito mais prática e eficiente. Você pode visualizar o você já preveniu e o quanto já gastou com penalidades. Por exemplo, seu dashboard apresentará seus gastos de 50 milhões de reais em penalidades e multas, apresentará também qual o risco financeiro do seu negócio, por exemplo, 500 milhões de reais em obrigações a serem cumpridas. E a partir desses dados que vão sendo gerados em tempo real, a LIA consegue te ajudar a priorizar o atendimento para o que for mais importante e, assim, dedicar mais atenção a esse risco.

Riscos operacionais do seu negócio

E se você ainda quer uma análise mais aprofundada, associando além dos riscos legais, oriundos da LIA, aos riscos operacionais do seu negócio, é só utilizar também o Módulo GRC do SOGI, o Software de Gestão Online da Verde Ghaia.

Com esse diferencial a mais em seu negócio, fatores como probabilidade e severidade poderão também ser conjugados ao grau de risco normativo oriundo da LIA, formando, assim, o índice de risco.Hoje, quando se fala em inteligência artificial como auxiliar de uma gestão de riscos eficientes, não há nada no mercado como a LIA.

Quer saber mais? Então entre em contato, agora mesmo, com os consultores da Verde Ghaia e descubra como ter a LIA em sua organização!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *