Tudo sobre a aplicação da Norma ISO 45001 e o conceito de SSO
×

Aplicação da Norma ISO 45001 e o conceito de SSO

Entenda melhor o conceito de SSO – ISO 45001 e como ele está relacionado a várias medidas que uma empresa precisa adotar para proteger seus colaboradores de riscos de acidentes, prevenir doenças e riscos ocupacionais.

Norma ISO 45001 e o Conceito SSO

De acordo com dados coletados pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), estima-se que 2,3 milhões de pessoas morrem anualmente de doenças e acidentes de trabalho. Por isso, dentro das normas internacionais de certificação, foi criada a norma ISO 45001, cujo foco é a gestão de riscos, avaliação de riscos, conscientização dos indivíduos envolvidos, melhoria contínua do sistema de gestão, tudo de maneira preventiva e englobando todo o negócio, incluindo também as partes interessadas que possuem acesso ao local e trabalho, como visitantes, fornecedores e clientes, por exemplo.

Qual o objetivo de uma Gestão com foco em SSO?

De acordo com a ISO 45001, a gestão de risco é a ferramenta principal dentro de um sistema de gestão, agregando valor para qualquer organização, protegendo seus colaboradores, cumprindo os requisitos legais e facilitando o aprimoramento contínuo.

Dessa forma, a ISO 45001 enfatiza o gerenciamento de riscos de sistema de gestão de saúde e segurança ocupacional (SSO). A “saúde ocupacional” diz respeito aos perigos ergonômicos ao qual o colaborador está exposto. Por sua vez, a “segurança ocupacional” está ligada à ideia de segurança do trabalhador, visando reduzir acidentes aos quais os colaboradores estão sujeitos, garantindo assim a integridade social, física, mental e que estão associados a diversos fatores, como por exemplo higiene, controle e prevenção dos riscos, ambiente, doenças do trabalho, entre outros.

Portanto, o objetivo de uma gestão de SSO é permitir que uma organização forneça locais de trabalho seguros e saudáveis para proteger seus colaboradores de riscos de acidentes e prevenir lesões, doenças e riscos ocupacionais.

Então, vamos conhecer um pouco mais sobre SSO e os riscos a que os trabalhadores estão expostos que você precisa necessariamente estar atento em sua empresa.

Entendendo os riscos ocupacionais

Risco ocupacional é o risco de acidentes ou doenças possíveis a que estão expostos os trabalhadores no exercício do seu trabalho ou por motivo da ocupação que exercem.

Embora muitos ignorem a sua importância, é preciso salientar que mesmo aquelas atividades que, aparentemente, não apresentam nenhum risco, elas podem sim se tornar um problema, como por exemplo os riscos ergonômicos.

Imagine um colaborador com Lesão por Esforço Repetitivo (ou LER), que pode surgir se não forem tomadas medidas de prevenção de riscos ergonômicos. Quanto um gestor perde por ter esse funcionário afastado, ou o trabalho que ele deixa de realizar de forma satisfatória porque encontra-se lesionado? Sem dúvida a prevenção vai sair muito mais barato. Por isso não se deve ignorar nenhum tipo de risco.

Riscos Ocupacionais e sua classificação

Além dos riscos ergonômicos, existem outros riscos ocupacionais igualmente importantes, classificados de acordo com sua natureza:

  • Físicos: são considerados Grupo 1, de cor verde, e se referem a ruídos, vibrações, radiações ionizantes, frio, calor, pressões anormais e umidade;
  • Químicos: fazem parte do Grupo 2, da cor vermelha, e são as poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases, vapores e substâncias compostas ou produtos químicos que possam ser absorvidos pelo organismo através da pele ou por ingestão e podem prejudicar a saúde do trabalhador;
  • Biológicos: é do Grupo 3, de cor marrom e corresponde a vírus, bactérias, protozoários, fungos, parasitas e bacilos;
  • Ergonômicos: já citados aqui, que correspondem ao Grupo 4, de cor amarela, e pode ocorrer através de esforço físico excessivo, levantamento e transporte de peso exagerados, exigência de postura inadequada, controle rígido de produtividade, trabalho noturno, jornadas de trabalho extensas, monotonia e repetitividade, entre outras situações que se ligam ao estresse físico ou psicológico do trabalhador;
  • De acidentes: são riscos operacionais, do Grupo 5, de cor azul. No próximo item ele será melhor explicado.

Riscos de acidentes: atenção redobrada

Um destaque especial deve ser dado aos riscos de acidentes, porque muitas vezes são fatais ou irreversíveis, tais como a perda de um membro.  Esse risco muitas vezes advém da falta de manutenção dos maquinários ou mesmo o não uso dos Equipamentos de Proteção Individuais, conhecidos como EPIs, que são exatamente os dispositivos e produtos de uso individual utilizado pelo trabalhador com o intuito de protegê-lo dos riscos capazes de ameaçar a sua segurança e a sua saúde.

Para evitar que os trabalhadores estejam expostos a esse tipo de risco ou minimizar sua exposição, é preciso que a organização identifique os riscos e faça a prevenção com ajuda de um profissional especializado em SSO, visto que esses profissionais estão aptos e detém conhecimentos sobre as normas, requisitos e diretrizes.

Os profissionais especializados em SSO são os mais capacitados para auxiliar as organizações e se protegerem e se prevenirem dos riscos a que estão expostas. Por exemplo, a norma regulamentadora NR09 orienta as empresas sobre o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), cujo objetivo é de preservar a integridade física e mental dos colaboradores por meio do reconhecimento e avaliação total do controle dos riscos no local de trabalho.

Por que fazer o PPRA nas organizações?

O PPRA deve ser feito por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, sempre que necessário e ao menos uma vez ao ano para avaliação do seu desenvolvimento e realização dos ajustes necessários e estabelecimento de novas metas e prioridades. A elaboração, implementação, acompanhamento e avaliação do PPRA poderão ser feitas pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) ou por pessoa ou equipe de pessoas que, a critério do empregador, sejam capazes de desenvolver o disposto na NR 09.

Portanto, a NR09, ao estar diretamente relacionada ao PPRA, estabelece sua obrigatoriedade como, por exemplo, desenvolver um PPRA para cada setor da empresa, de modo que haja melhor controle dos riscos. Além disso, a NR 09 estabelece quais são as etapas importantes do PPRA:

  • Antecipação e reconhecimento dos riscos;
  • Prioridades e metas de avaliação e controle;
  • Avaliação dos riscos e da exposição dos trabalhadores;
  • Implantação de medidas de controle e avaliação de sua eficácia;
  • Monitoramento da exposição aos riscos; e
  • Registro e divulgação dos dados.

A importância da saúde e segurança ocupacional nas empresas

De tudo o que foi exposto, fica claro que ter como foco a saúde e segurança ocupacional significa redução de acidentes, redução de gastos com processos trabalhistas e multas, melhor produtividade dos colaboradores, diminui índices de afastamento e absenteísmo, promove-se um ambiente de trabalho mais saudável e harmonioso, aumenta a credibilidade da marca no mercado, entre tantos outros benefícios.

Como o conceito de SSO está diretamente ligada à norma ISO 45001, com a implementação de um sistema de gestão baseado nessa norma sua empresa passa a conhecer e gerenciar melhor os seus riscos, estabelecendo controles e definindo objetivos focados na prevenção e alinhados à estratégia da empresa. E quando uma organização coloca as pessoas em primeiro lugar e investe em sua saúde e segurança ocupacional, ela demonstra que ela prioriza a vida, a saúde das pessoas e, principalmente, a sustentabilidade financeira do seu negócio e a credibilidade da empresa. Isso é o que faz toda a diferença.

Se você quer saber mais sobre a norma ISO 45001, o conceito de SSO e o que você precisa para gerenciar seus riscos, entre em contato conosco!


Caso deseje, continue navegando em nosso blog que tem muitos outros artigos que falam sobre os mais diversos assuntos e que podem ajudá-lo com a sua gestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *